22/08/2010

PENSAR É UM EXERCÍCIO DA ALMA

teimamos em não considerar as anomalias da espécie como uma evidência da nossa barbárie...não há cultura que apague as atrofias da mente...ninguém sabe o que aconteceria se os castrássemos...aos pedófilos...se os amputássemos...aos criminosos...ou se os tivéssemos amado, desde a infância...

*** 
não me sai da ideia que fomos atirados, então ainda sementes animais, germes carregados de memórias, para este Planeta deserto, de clima ameno que fomos tornando inóspito...é tempo de se revelarem...de que Galáxia ou mundo distante...agora que sabemos quase tudo...que é ainda tão nada...

***
não há como o sonho...nós próprios somos um sonho...sempre que acordamos, achamos a realidade diferente...o segredo está em saber que somos seres mutantes...e alimentar-nos de sonhos...com pitadas de mundos diferentes...saber que a mudança é crescer...que o sonho pode alterar a diferença...que o ser é sendo...e no fim ...dá sempre uma incógnita...

*** 
do mesmo modo que somos a memória desde as origens...sabemos que nenhum de nós vive sem o outro...não podemos dispensar o outro...é tempo de o olharmos como o nosso mais intimo...com amor...com confiança...incentivando-o a ser melhor humano...a, em conjunto, cuidarmos melhor do Planeta...

*** 
não há esconderijos perfeitos...a melhor ocultação é ainda a evidência...

***
 há sempre algo de fora, um sinal, uma evidência que não conseguimos ocultar, um odor na essências da palavra, quando nos escondemos no silêncio pavoroso do não ser...melhor é gritar... ouvir-mo-nos onde nos dói...

*** 
ciclicamente o mundo humano, por influência das energias cósmicas sobre a natureza envolvente, atravessa períodos semelhantes, catalogados anteriormente como idades...das trevas...da pedra...do ferro..de oiro..das luzes...cada vez mais sobre memórias recentes...a actual idade poderia ser semelhante a um misto de idade ...média...o despotismo mascarado de democracia...e a das trevas...sem valores nem Norte...

autor dos pensamentos:J.R.G.

2 comentários:

Tanith disse...

João...Boa tarde...

Vim visitar teu blog que é lindo, teus poemas são comoventes...muito sensíveis mesmo!

Obrigada por me seguir...fiquei feliz!

bjos...

tem a palavra o povo disse...

Olá Tanith....que visita mais agradável...que aromas novos...tenho poetizado sobre tuas telas...sou preso no teu sorriso e na mestria da tua arte pictográfica...menina de sensibilidade à flor da alma...
beijos