19/02/2017

INDIGNANTE PRESSÁGIO!...

INDIGNANTE PRESSÁGIO
*
a classe dirigente
em portugal
seja político ou empresário
é lamentavelmente
gente habituada ao lodaçal
onde medra o usurário
*
partilham a mesma opinião
a mesma clientela
o povo a pensar que é poder
devotado à escravidão
a crédito com cravo na lapela
devedor até morrer.
*
se os povos acreditassem
que o ouro é a razão
motivo de toda a discórdia
não prestavam vassalagem
ao mentiroso ao ladrão
que vivem na sua mixórdia
*
urge pôr fim à vil servidão
somos todos humanidade
todos por igual sobreviventes
mais justa organização
é precisa repondo a igualdade
na terra às suas gentes
*
pôr fim ao arsenal de guerra
instituir a livre migração
sem religiões nem fronteiras
há abundância na terra
pessoas livres de bom coração
para melhores sementeiras
*
instituiremos a ordem do amor
quem não ama não pode pagar
comer nem afectos vestimenta
porque só amar produz calor
seremos de paixão terra e mar
não haverá inveja ciumenta
*
se desistirmos de a bem viver
pressinto que haverá tragédia
guerras ditaduras medíocres
a vida na terra acabará por morrer
não sem antes padecer de miséria
na noite sangrenta dos horrores
*
por isso quero cantar esperança
em profundo pensamento
preparem consciência para a mãe
é ela a criadora da criança
a que demontra mais entedimento
para organizar a vida bem
*
por isso quero expressar o amor
que une toda a humanidade
não vamos transigir neste conceito
agarrem minha mão com fervor
quando o terror cair na nossa cidade
façamos da alma um parapeito
jrg

07/02/2017

CURVO-ME SENHOR PRESIDENTE!





Fotos públicas tiradas da net

****

CURVO-ME SENHOR PRESIDENTE!
*
a figura do presidente
do rei do emir marajá imperador
esteve sempre ligada
à magnificência estilo prepotente
ao fausto sem pudor
à distância que o separa da massa governada
*
por isso estranhamente
reconheço que houve em Portugal
uma mudança magnãnima
um homem simples é o Presidente
que vai a todas por igual
até aos sem abrigo a quem anima
*
um homem a parecer mãe
a abarcar no todo o povo inteiro
um homem gente como nós
a distribuir abraços sorrisos e pão também
é de humanidade pioneiro
a acrescentar aos contras prós
*
há grãos de trigo no chão
e brilhos de esperança no olhar
ninguém fica desprovido
de ter um teto comida e paixão
de ter direito a trabalhar
ou ser condenado sem ser ouvido
*
o professor Marcelo afinal
é um homem simples e humanista
não é de pompa nem de circunstância
sendo ele Presidente de Portugal
passeia na rua como cidadão à vista
sem vaidade ou importância
*
não é múmia esclavagista
nem tem tiques altivos arrogantes
mistura-se com sem abrigo
ajuda à inclusão até dos sem vista
não fala nem dos navegantes
e olha cada Português como amigo
*
curvo-me senhor presidente
sempre pensei no fausto dos governantes
como uma vergonhosa ostentação
Marcelo voluntário leva a colher à boca do doente
e penso que nada volta a ser como dantes
está aberto o caminho para humanizar a governação
*
oxalá eu não me engane
e o mundo de aparência se vire do avesso
virando o humanista num contrário
o mundo precisa de gente que não empane
por mais que o acusem de travesso
Marcelo tem demonstrado ser na política um operário

jrg

26/01/2017

A HUMANIDADE DÁ-LHES UM TEMPO-DEPOIS DEITA-OS AO LIXO DA HISTÓRIA


imagem pública tirada da net
***
A HUMANIDADE DÁ-LHES UM TEMPO
DEPOIS DEITA-OS AO LIXO DA HISTÓRIA
*
ao princípio
não havia paises nem continentes
até que o homem rastejante
aprendeu a ser erectus sobre o precipício
descobriu e lançou sementes
e partiu para conquistas indignantes
*
não ter medos
nem de gigantes nem de mediocres
Chinas Índias Coreias
Alemanhas Américas Russias penedos
a preto e branco ou a cores
seremos humanidade  sem torres nem ameias
*
não há divisões
de terras que geram fronteiras
que impedem
a livre circulação de homens e de leões
não há muros nem barreiras
a terra armadilhada para que a querem?
*
Não há nações
nem pátrias que semeiam vendavais
que conquistam e escravizam
que impõem leis contrárias às razões
que povoaram o mundo de animais
chega de nacionalismos que vandalizam
*
não há tostões
nem rúpias nem dólares euros Yenes
acabou dinheiro e oirama
uma tragédia o pensamento de milhões
iluminou-se modificou genes
e fez-se humanidade de humana chama
jrg

08/01/2017

A MINHA HOMENAGEM A MÁRIO SOARES UM HUMANISTA !...jrg

A MINHA HOMENAGEM
A MÁRIO SOARES UM HUMANISTA !...
....
morreu a velha andorinha
já sem força para achar novo beiral...
a morte veio com a invernia
ainda a tempo de varrer erva daninha
libertando da peste Portugal
com seu piar estridente acudiu a quem sofria
*
não esperou a primavera
perdido que foi o comboio d'emigração
bateu as asas à liberdade
abriu alas para que passasse a nova era
morre um ícone da nação
uma andorinha alvi negra de saudade
*
com o seu desaparecer
fica a patriarcal ideia ainda mais falida
porque era macho sonhador
e via já a fêmea senhoril ao amanhecer
perdeu ganhando nova vida
porque ao morrer uma andorinha nasce amor
jrg